Brasília pode ser conhecida em apenas um fim de semana, como já falei aqui. Afinal boa parte dos pontos turísticos da cidade está na mesma avenida, o Eixo Monumental. Mas Brasília tem atrações fora do centro político que também merecem ser conhecidas.

Separei uma lista com 10 pontos turísticos essenciais para entender a essência de Brasília. Confira e escolha seus favoritos pra explorar no seu roteiro na Capital Federal.

 

1. Memorial JK

Em 1955, Juscelino Kubitschek foi eleito Presidente da República. Ele mobilizou a força de trabalho no Brasil para construir a nova capital numa região quase desabitada, no centro do país. Em 1960 Brasília foi inaugurada. Por meios de objetos pessoais e documentos, o Memorial JK conta um pouco da história de vida, da construção de Brasília e da morte de JK em um suspeito acidente de carro. A cripta com o corpo de JK está dentro do museu.

2. Torre de TV

Uma das poucas obras do Eixo Monumental em Brasília que não foi desenhada por Oscar Niemayer. Com 244 metros, é a estrutura mais alta de Brasília.  Na sua base tem um chafariz que fica lindo à noite e uma feira de artesanato aos finais de semana. A 75 metros de altura tem um mirante de onde se pode ver o impressionante traçado de Brasília.

3. Museu Nacional

Foi inaugurado em 15 de dezembro de 2006, dia do aniversário de 99 anos de Oscar Niemeyer. Não tem um acervo fixo, recebendo apenas exposições e mostras itinerantes, sendo que uma das primeiras que recebeu foi justamente sobre o legado de Oscar Niemeyer.

4. Catedral Metropolitana

Também projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília. Além de um linhas extravagantes, tem outros chamarizes. “O batistério em forma ovoide teve em suas paredes o painel em lajotas cerâmicas pintadas em 1977 por Athos Bulcão. O campanário composto por quatro grandes sinos, doado pela Espanha, completa o conjunto arquitetônico”.

5. Congresso Nacional

Por fora, as Torres Gêmeas brasileiras chamam atenção pelo arquitetura de Oscar Niemeyer, com destaque para duas grandes “bacias”, embaixo das quais funcionam dos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Vale a pena visitar e ver o cenário futuristaretrô dos corredores e salas do prédio e anexos. O congresso é aberto pra visitas todos os dias, incluindo feriados, das 9h às 17h30. É permitido assistir sessões no plenário.

 

6. Banco Central

Com 101 metros, é o edifício mais alto do Plano Piloto de Brasília. No seu interior, além dos escritórios do banco que controla a economia brasileira, funciona o Museu de Valores, que conta a história do dinheiro no Brasil, incluindo um rico acervo de notas e moedas antigas.

 

7. Pontão do Lago Sul

Complexo gastronômico mais famoso de Brasília. Parece um condomínio fechado (mas é aberto pra todos) de restaurantes, com um grande estacionamento e um calçadão na orla do lago. Os restaurantes e bares mais conhecidos lá dentro são o Bierfass, o Bar Devassa e a Mormaii, todos à beira do Lago Paranoá. Durante o dia é possível alugar pranchas de Stand Up Paddle.

8. Ponte JK

Sem dúvidas uma das pontes modernas mais bonitas do mundo. Foi inaugurada em 2002 e atravessa um trecho de 1.200 metros, ligando o Plano Piloto ao Lago Sul.

9. Superquadra 308 Sul

As Superquadras de Brasília são como pequeno bairros, como edifícios residenciais separados por uma grande área verde da rua comercial, conhecida como Entrequadra. No projeto original de Brasília, as Superquadras são grandes unidades de vizinhança, com escola, clube, igreja e comércio sustentável. A maioria acabou não seguindo o padrão, mas a SQS (Super Quadra Sul) 308 sim. Vá lá conferir os azulejos de Athos Bulcão, o paisagismo de Burle Marx, e claro, o urbanismo de Lucio Costa.

10. Parque da Cidade

“Se encontraram então no parque da cidade / A Mônica de moto e o Eduardo de camelo / O Eduardo achou estranho e melhor não comentar / Mas a menina tinha tinta no cabelo”. Mesmo que você não conheça esse trecho da música mais famosa do Legião Urbana, conheça o Parque da Cidade, que tem ciclovia, pista de caminhada, lago e vegetação típica do cerrado.

11. Ermida Dom Bosco

“Não sei se é um fato conhecido, mas Brasília realmente fez parte de um sonho. E não foi do Niemeyer ou do JK. Apesar de só ter sido construída no final da década de 50, a idealização de uma cidade no meio do Brasil é muito anterior e a Ermida tem algo a ver com isso.” Além dessa lendária história, a Ermida Dom Bosco tem a vista do pôr do sol mais lindo de Brasília.

12. Palácio da Alvorada

Residência oficial do Presidente do Brasil, vulgo Casa da Dilma, fica às margens do Lago Paranoá e foi o primeiro edifício inaugurado em Brasília. Desenhado por Oscar Niemeyer, é um ícone da arte moderna brasileira.

É aberto para visitação somente às quartas, das 15h às 17.

“A partir das 13h, a equipe de Relações Públicas distribui as senhas de acesso, por ordem de chegada, para a formação dos grupos. São entregues, em média, 300 senhas. Não há agendamento para a visitação, mas é importante chegar cedo, principalmente no período de férias escolares, quando o fluxo de visitantes aumenta.”

 

[Fonte: Buenas Dicas]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *