Salvador é uma daquelas cidades que encantam pelas belezas naturais, história e riqueza cultural. Em uma visita à primeira cidade do Brasil, hoje capital baiana, o Tô de Folga mostra alguns pontos que atraem tanto os turistas quanto os moradores locais.

Pontos turísticos

O ponto de partida é o Dique do Tororó, construído no século XVII. Tem como principal atração as esculturas gigantes feitas em metal por um artista plástico baiano. São oito orixás que parecem flutuar. O dique é uma das áreas de lazer mais frequentadas da cidade. O passeio de pedalinho sai por R$ 6 (para duas pessoas) e R$ 7 (para três pessoas) por meia hora. Funciona aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h.

No centro histórico de Salvador, o visitante conhece o Pelourinho, com suas ladeiras de pedra, seus casarões dos séculos XVII e XVIII, suas antigas igrejas. O local é um patrimônio cultural da humanidade. Se a fome apertar, o turista pode provar a culinária típica da Bahia no Pelourinho mesmo. O buffet sai por R$ 40 por pessoa.

Ainda no centro histórico, tem a praça municipal (a mais antiga da cidade), rodeada pela Câmara Municipal, a Prefeitura e o Palácio Rio Branco, antiga sede do governo e que pode ser visitado por dentro.

Na praça fica também o Elevador Lacerda, inaugurado há 140 anos e um dos símbolos de Salvador. É ao lado dele que se tem uma das vistas mais bonitas da cidade. O Elevador liga a Cidade Alta à Cidade Baixa de Salvador. É um ponto turístico, mas também é muito usado pelos baianos. A tarifa custa R$ 0,15. A descida é rápida, cerca de 20 segundos.

Ao sair do Elevador Lacerda, a sugestão é ir para o Mercado Modelo, que fica em frente e tem mais de 200 lojas com roupas, artesanatos e produtos que são a cara da Bahia.

Conheça também

A próxima parada é também de frente para o mar. O Farol da Barra, o mais antigo das Américas, marca a entrada da Baía de todos os Santos. Pertinho dele fica a praia de Porto da Barra, com águas quentes, calmas, irresistíveis para quem gosta de um mergulho.

Quem vai a Salvador não pode deixar de visitar a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim. A igreja fica em uma colina onde se tem uma ampla vista da cidade. O turista pode aproveitar para cumprir uma tradição: fazer pedidos enquanto amarra a fitinha do Bonfim na grade da igreja.

[Fonte: Jornal Hoje]

 

Agende seu City Tour com a Receptive Transfer e conheça os principais pontos turísticos de Salvador.

Faça seu orçamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *